quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

idiotas

Qual é o problema com nós, apaixonados? O que acontece? Quer dizer, tem que ser muito idiota para fazer aquilo que os apaixonados fazem. Como alguém tem coragem de se entregar a alguém? Como um indivíduo se permite dar tudo o que pode para uma coisa que, no fundo, ele sabe que um dia vai acabar? É rídiculo pensar o quanto o amor nos torna idiotas.
Ou vai dizer que alguém com o mínimo de noção dedicaria todo seu tempo à alguém que sabe que corre risco de te machucar? Cadê o amor próprio nessas horas?
Além disso, o amor próprio é só uma das coisas que deixamos para trás quando estamos apaixonados. Quando nos encontramos em tal humilhante situação, esquecemos também do orgulho, da razão e no lugar dessas, ganhamos insegurança e ciúmes - mais do que já temos.
Se, com tantos motivos para não nos apaixonar, nos apaixonamos... Por que isso acontece?
Porque, mesmo com ninguém te dizendo que vai dar certo... Você sente que vale a pena tentar. Mesmo que esteja doendo, você quer continuar. Mesmo quando precisamos optar pelo certo difícil, todo o seu corpo te pede pra ir pelo caminho errado e fácil. Você quer se entregar, não quer desistir... Só quer aquela pessoa do seu lado. A gente arrisca tudo porque acha que vale a pena.
E sabe da minha conclusão? Os idiotas apaixonados são, de fato, idiotas... Mas pelo melhor motivo do mundo. Ser idiota de amor é tão bom quanto amar alguém: é forte e bonito demais para deixar a consciência apagar o sentimento.

Um comentário:

  1. vc é otima escritora, amei! concordo com tudo q esta escrito

    ResponderExcluir